Blog de Notícias

Criança é socorrida após incêndio em apartamento em Uberaba

Menina inalou fumaça, sofreu parada cardiorrespiratória e teve que ser reanimada. Ocorrência foi registrada no Conjunto Guanabara, na manhã desta terça-feira (22)

Um menina, de cinco anos de idade, teve que ser socorrida depois de inalar grande quantidade de fumaça em um incêndio em apartamento no Bairro Conjunto Guanabara, em Uberaba, na manhã desta terça-feira (22). Ela foi levada em estado gravíssimo ao hospital.

Segundo o Corpo de Bombeiros, no local, estavam a mãe, a menina e o irmão dela, de oito anos. A mulher relatou à equipe que os filhos brincavam na sala quando o garoto ateou fogo em um sofá e, percebendo o que havia acontecido, foi até ela e pediu socorro.

Por estar bastante assustada e um pouco confusa com a situação, ela não soube dizer com clareza com qual objeto o menino brincava.

De imediato, a mãe conseguiu tirar o filho do apartamento, mas ao retornar para buscar a filha, as chamas estavam muito intensas e havia muita fumaça. Então, a menina acabou ficando no apartamento e a mãe pediu ajuda de vizinhos.

Assim que o Corpo de Bombeiros chegou ao local, foi constatado que o incêndio era de grandes proporções. Além disso, um vizinho tentava ajudar combatendo o fogo com extintor.

Enquanto um grupo de militares iniciou o combate às chamas, outra equipe entrou no apartamento e achou a menina em um quarto, escondida debaixo de uma cama. Ela sofreu parada cardiorrespiratória e teve que ser reanimada pelo Corpo de Bombeiros e, depois, pela equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Após cerca de 40 minutos, a menina reagiu ao procedimento e foi levada em estado gravíssimo para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM).

A produção da TV Integração entrou em contato com a assessoria de comunicação do hospital sobre o estado de saúde da criança, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio causou danos consideráveis em todos os móveis do apartamento. A estrutura não foi comprometida.

Notícia Anterior
Condomínio antigo enfrenta desafios para a acessibilidade
Próxima Notícia
Rachaduras em apartamento não comprometeram estrutura de prédio evacuado em Itatiba, aponta laudo

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X