Blog de Notícias

Invasão animal Condomínio em Feira de Santana recebe visitas inesperadas

Desde janeiro, quando autônomo Emanuel Nunes se mudou com família para casa nova, ele convive com vespas e barbeiros que apareceram no quintal e agora estão guardados em um pote de vidro

Moradores de um condomínio que fica no bairro do Papagaio, em Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador, reclamam que as casas onde moram estão sendo invadidas por insetos e animais peçonhentos. A invasão dos bichos assustam adultos, crianças e idosos.

Desde janeiro, quando o autônomo Emanuel Nunes se mudou com a família para casa nova, ele convive com vespas e os barbeiros que apareceram no quintal e agora estão guardados em um pote de vidro.

“No meu quintal: aranha caranguejeira, barbeiro e vespa gigante. Ao redor do condomínio, nas outras residências É cobra que caem dos pés de caju, que têm nos fundos dessas casas. Escorpião perdemos as contas de quantos escorpiões apareceram aqui”, disse o autônomo.

A enfermeira Kaliandra Linhares, também moradora do condomínio, relatou que tem medo de encontrar os animais dentro de casa.

“A gente colocou até as telas para evitar, mas mesmo assim a gente fica assustado, porque entram por debaixo da porta. A gente dedetiza a casa, o condomínio dedetiza, mas não adianta limpar por dentro se está vindo por fora. É assustador”, desabafou.

A rede de proteção na janela foi a forma encontrada por Emanuel Nunes para proteger o filho recém-nascido, mas a preocupação dele também atinge quase todos os moradores do condomínio em que ele mora.

Os moradores já registraram a presença de aranhas caranguejeiras, escorpiões e cobras em fotos e vídeos. Os animais foram encontrados nas casas e nos jardins.

Segundo os moradores, a origem do problema é um terreno, que fica ao lado do condomínio. O local tem muito mato e de acordo com a administração do residencial, o proprietário do terreno não foi localizado.

Os moradores também afirmam que já acionaram a prefeitura, mas nada foi feito.

“Nós da administração do condomínio estamos fazendo a nossa parte. A cada 90 dias a gente faz a dedetização das áreas e a gente informa sobre os perigos dos insetos e animais peçonhentos. A gente dedetiza todo o condomínio, mas infelizmente o nosso em torno tem muito terreno baldio, muito mato, tanto nesses terrenos como na via pública. A prefeitura não limpou a via pública e por isso está acontecendo essa invasão”, contou o conselheiro fiscal do condomínio, Noel Carvalho.

Procurada pela TV Subaé, afiliada da TV Bahia, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos informou que vai enviar uma equipe de fiscais ao terreno que fica ao lado do condomínio e vai notificar o proprietário. O órgão também ressaltou que a limpeza de áreas particulares é de responsabilidade dos donos.

Notícia Anterior
Injúria racial Moradores de condomínio em SP ofenderam babá
Próxima Notícia
Visita no condomínio requer cuidados

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X