Blog de Notícias

Dicas de como o Condomínio pode reduzir as despesas

Geralmente a média de gastos no condomínio está dividida da seguinte forma: de 40% a 50% são destinados às despesas de folha, como por exemplo, salários e encargos; 20% a 30% são gastos com consumo, por exemplo, água, luz, gás telefone; 15% são destinados pra manutenções, por exemplo, de elevadores, bombas e seguros, entre outros; e os 10% restantes são destinados às despesas administrativas, fundos de reserva, despesas bancárias e pequenos reparos que forem necessários.

Preste atenção nas horas extras

Fique atento aos gastos com horas extras, eles não podem estar muito altos, e se caso estiverem, será necessário repensar a contratação de mais um funcionário. Por exemplo, se o zelador, cujo o qual possui o maior salário do condomínio, faz muitas horas extras na portaria, pode ser melhor contratar um folguista, cujo salário é menor e sairá mais em conta para o condomínio.

Conserve os talentos

Contratar acaba sendo caro e muitas vezes mais improdutivo do que treinar e capacitar a equipe. Por isso, se for viável opte por dar treinamento à equipe ao invés de simplesmente  demitir, pois também acaba sendo um gasto a mais, sem contar as verbas rescisórias.

Revise sempre as escalas

É importante analisar sempre que poder o quadro de funcionários e também as escalas de trabalho, pois assim será possível ver alguma falha e poderá corrigir antes que saia mais caro pra o condomínio.

Geralmente, um edifício pequeno tem em média seis funcionários, sendo eles: um zelador, um faxineiro, três porteiros se dividindo nos turnos para que a portaria tenha alguém 24 horas, e um folguista.

Evite a inadimplência

Claro que todo o condomínio quer se ver livre da inadimplência. A primeira dica é tentar um diálogo com o condômino inadimplente, tentar chegar a um acordo de forma amigável, seguindo as regras do condomínio.

Se a quantidade de cotas atrasadas ultrapassarem três, recomenda-se entrar com o processo judicial de cobrança.

Estimule a participação

É interessante que o síndico estimule a participação dos condôminos. Se eles participarem da rotina e das decisões do condomínio, talvez poderão dar ideias e sugestões inteligente para a administração, fazendo com que os gastos do condomínio diminua.

Essas são só algumas das diversas recomendações que existem para ajudar o condomínio a diminuir os gastos, e assim conseguir manter um bom dinheiro no fundo de reserva.

Notícia Anterior
Onda de furtos Porteiro relata aumento da violência na Zona Norte
Próxima Notícia
Secretaria do Meio Ambiente disponibiliza canal direto aos condomínios para recolhimento de materiais recicláveis

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X