Blog de Notícias

Criminosos simulam interesse por apartamento

Igor Cleber da Silva e Karen Ramos da Paz são procurados por crimes em bairros da Zona Sul e da Zona Norte da capital. Vítimas são obrigadas a fazer saques de mais de R$ 50 mil.

A Polícia Civil do Rio procura por um casal que finge interesse por alugar apartamentos no Rio, rende os proprietários e depois os obriga a pagar enormes quantias através de transferências bancárias.

Outros integrantes da quadrilha também estão sendo procurados, de acordo com investigações da 9ª DP (Catete).

Igor Cleber Da Silva, de 35 anos, natural de Sete Lagoas, em Minas Gerais, é procurado pela justiça mineira por crimes como roubo. A mulher dele, Karen Ramos Da Paz, de 31 anos, é investigada por receptação. A Justiça do Rio emitiu um mandado de prisão contra Igor.

Vítimas reconheceram Igor e Karen em imagens de dentro de elevadores, momentos antes de praticarem roubos nos bairros do Flamengo, na Zona Sul e no Rio Comprido, na Zona Norte.

Uma mulher que esteve frente a frente com Igor contou que perdeu joias e ainda teve que fazer uma transferência bancária de R$ 60 mil.

“Demorou mais ou menos uns 40 minutos esse assalto. E levou tudo que tinha, todas as joias. Ele queria muito dinheiro e trancou todo mundo”, contou a vítima, que não quis ser identificada.

Igor assaltou a família com a ajuda de um comparsa. Nas imagens obtidas pela polícia, esse homem, não identificado, aparece também usando uma mochila que, segundo a polícia, era usada para guardar os objetos roubados.

Em uma outra imagem, quem aparece é Karen Ramos, mulher de Igor, acompanhada de outros dois integrantes da quadrilha. A quarta pessoa que está no elevador é mais uma vítima do bando. Segundo o homem, Karen tinha feito contato, se mostrando interessada em alugar um apartamento anunciado por ele, no Flamengo.

Dentro do imóvel, o homem foi rendido e obrigado a transferir R$ 53 mil para uma conta dos ladrões. A vítima foi encontrada amordaçada e com as mãos e pernas amarradas.

Assalto no Rio Comprido

Em outras imagens, em um prédio no Rio Comprido, na Zona Norte, o casal age junto. Karen aparece acompanhada de Igor, que usa um casaco azul.

Os dois estavam com um comparsa. O trio assaltou um corretor de imóveis, que foi agredido e obrigado a fazer uma transferência de mais de R$ 50 mil:

“Em um primeiro momento eu esqueci a senha por causa do nervoso na hora, né, a pessoa coma a arma na minha cabeça, então nessa hora que eu fui agredido. Eles começaram a me dar tapa, soco, e mesmo eu estando imobilizado. E se eu não conseguisse passar a senha, foi o que eles falaram, eles iriam atirar até em mim”, disse a vítima.

Outra vítima do grupo pediu a prisão dos responsáveis pelos crimes:

“Uma pessoa dessa não pode estar solta, né? Eu vi que agora eles já ameaçaram, já bateram. Daqui a pouco ele vai matar. Dependendo de como a pessoa se comportar, eles não têm nada para perder.”

Notícia Anterior
Quadrilha de São Paulo é detida em São José suspeita de furtos em condomínios
Próxima Notícia
Cachorro preso na varanda Ação frequente pode configurar maus-tratos; entenda

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X