Blog de Notícias

Mãe e filha são levadas para delegacia por suspeita de agredirem síndico que tentou encerrar ‘algazarra’ em prédio

Conforme registro da Polícia Militar, homem foi agredido com ‘vários socos’, em Anápolis. Condomínio informou que confusão aconteceu por parte de convidados de dois moradores

Uma mulher e a filha dela foram levadas à delegacia por suspeita de agredirem um síndico que tentou encerrar uma “algazarra” em um condomínio de Anápolis, a 55 km de Goiânia. Conforme o registro da Polícia Militar, o homem foi agredido com “vários socos”.

Como o nome das suspeitas não foram divulgados, o G1 não conseguiu contato com a defesa delas para que se posicionassem.

A confusão aconteceu na noite de domingo (25), no condomínio residencial Royal Life. Em nota, a administração do residencial Royal Life informou que recebeu reclamações a respeito do comportamento dos convidados de dois moradores, na área de lazer do prédio. Segundo eles, as atitudes eram contra a “moral e bons costumes do local”.

Os responsáveis pelo residencial disseram que, após o síndico pedir para que a festa fosse encerrada, os moradores responsáveis obedeceram, ficando apenas seus convidados em “estado visível de embriaguez”.

De acordo com o boletim de ocorrências, o desentendimento aconteceu quando os vigilantes tentaram isolar a área de lazer do condomínio, na tentativa de encerrar a reunião. A nota informou que o síndico pediu para que os convidados fossem embora, momento em que foi agredido.

O condomínio não informou se o síndico ficou ferido e se precisou de atendimento médico.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes da Polícia Civil. O condomínio disse que apresentou vídeos que mostram a confusão à corporação.

O G1 solicitou uma nota à Polícia Civil questionando se o caso já está sendo investigado e se alguém foi preso, por mensagem enviada às 15h desta terça-feira (27), e aguarda um retorno.

Segundo a administração do residencial, vigilantes também foram atingidos com sacos de gelo, capacete e um pedaço de madeira. Mãe e filha foram levadas para delegacia

Um vídeo mostra um homem dando dois tiros paro o alto durante uma confusão em um condomínio de Anápolis, a 55 km de Goiânia (veja aqui). O síndico e vigilantes foram agredidos na confusão com sacos de gelo, capacete e um pedaço de madeira, segundo a administração do residencial. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Como os nomes dos suspeitos envolvidos na briga não foram divulgados, o G1 não conseguiu contato com a defesa deles para que se posicionassem.

A confusão aconteceu na noite de domingo (25), no condomínio Royal Life, e terminou com uma mulher e a filha dela levadas para a delegacia. Conforme o registro da Polícia Militar, elas agrediram o síndico com “vários socos”.

Uma nota emitida pelo condomínio diz que a “pessoa que aparece nos vídeos disparando tiros era um morador, não sendo vigilante, colaborador ou o síndico”. O posicionamento informa ainda que “foi um ato pensado para tentar conter as pessoas que estavam agindo de forma nada condizente com as regras do Regimento Interno e Convenção”.

Os responsáveis pelo residencial disseram ainda que, após o síndico pedir para que a festa fosse encerrada, os moradores responsáveis obedeceram, ficando apenas seus convidados em “estado visível de embriaguez”.

De acordo com o boletim de ocorrências, o desentendimento aconteceu quando os vigilantes tentaram isolar a área de lazer do condomínio, na tentativa de encerrar a reunião. A nota informou que o síndico pediu para que os convidados fossem embora, momento em que foi agredido.

Notícia Anterior
Estacionamento das bicicletas: condomínios devem buscar solução
Próxima Notícia
Com ajuda de morador, criminosos furtam casa dentro de condomínio em Sorocaba

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X