Blog de Notícias

Síndica de condomínio cobra R$ 62 mil de Mayra Cardi e do irmão da coach

A acusação afirma que a dívida seria das taxas de condomínio vencidas a partir de 5 de março de 2017 até a presente data

A síndica de um edifício localizado na cidade de Cuiabá, no estado do Mato Grosso, tenta, mas sem sucesso, receber de Mayra Cardi e do irmão da coach, Bruno Cardi, um crédito vencido no valor de R$ 62.279,25, proveniente de despesas de taxas condominiais em atraso. A ação movida pelo condomínio tramita na 5ª Vara Cível de Cuiabá. Nela, a síndica afirma que, além de Mayra e Bruno, a irmã deles, Beatriz Cardi, também seria proprietária do apartamento com o débito em aberto.

A acusação afirma que a dívida seria das taxas de condomínio vencidas a partir de 5 de março de 2017 até a presente data, e que “apesar de insistentes cobranças verbais, os devedores recusam a pagar a dívida, restando ao credor recorrer à via judicial para receber o seu crédito”. Consta, ainda no processo a informação de que parte dos valores que envolvem os débitos seriam de taxas para a manutenção do condomínio, que teriam sido devidamente acordadas em Assembleia Geral Ordinária, todos os anos, de 2017 até 2020.

Além dos valores que já se encontravam pendentes, a síndica pontua que, na Assembleia de 2020, houve a implementação de uma taxa extra emergencial, com a concordância dos condôminos em duas parcelas de R$ 673,00 e, posteriormente, outras duas no valor de R$ 668,50, pois foi necessário o cumprimento de reformas urgentes, sob a ameaça, por parte da Defesa Civil de Cuiabá, de interdição do prédio pelo risco de desmoronamento. Segundo consta na ação, estes valores também não teriam sido pagos.

A ação foi protocolada em dezembro do ano passado e, por meio de uma carta precatória assinada pela juíza Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva, a Justiça busca a citação de Mayra Cardi em São Caetano do Sul, na Região Metropolitana de São Paulo.

Notícia Anterior
Vacina contra covid-19 Condomínios podem obrigar imunização de moradores?
Próxima Notícia
Juíza aumenta multa a condômino por reiteradas condutas antissociais

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X