Blog de Notícias

Estagiária se passa por advogada e condomínio perde R$ 5 mil, em Praia Grande (SP)

Síndica do condomínio foi alertada anonimamente sobre o caso e resolveu averiguar as informações da atuante

Uma mulher, de 39 anos, estagiária do setor jurídico na cidade de Praia Grade, litoral paulista, realizou um ato de exercício ilegal de profissão, referente ao cliente contratante: um condomínio no bairro Ocian.

O prejuízo financeiro do contratante foi de R$ 5.759,00, valor investido na profissional que alegava ser advogada. A síndica do condomínio foi alertada anonimamente sobre o caso, e resolveu averiguar as informações da atuante.

Foi constatado que o número da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) da profissional indicava um homem, não envolvido nas questões tratadas. A síndica então registrou um boletim de ocorrência contra a acusada, referente aos honorários prestados pelos serviços jurídicos mesmo sem habilitação legal.

Os dados e pesquisas levantados pela vítima foram entregues para a Polícia Civil e o caso segue em investigação.

Notícia Anterior
CMA avalia projeto que obriga condomínio a treinar moradores para coleta seletiva
Próxima Notícia
Comissão aprova proposta que exige tela de proteção em janelas e varandas dos apartamentos novos

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X