Blog de Notícias

‘Tempestade de areia’ em bairro de MS faz moradores acusarem academia nova de ‘trazer transtornos’

Moradores falam que, logo após a construção da quadra, ventania começou a levar areia o entorno e chega até a cobertura do prédio, no 12° andar. Gerente da academia alegou que problema já foi resolvido

Moradores de um prédio ao lado de uma academia nova, instalada há um mês na rua Artur Jorge, próximo ao cruzamento com a rua Amazonas, na Vila Cruzeiro, em Campo Grande, acusam o estabelecimento de ‘trazer transtornos’ para a vizinhança, logo após a construção de uma quadra de areia descoberta que, devido ao vento, estaria levando areia para o local e também imóveis no entorno.

“Eu moro na cobertura, em um prédio de 12 andares e a minha piscina fica sempre cheia de areia agora. Para se ter ideia, eu mandei limpar nesse sábado e, no outro dia, ela já estava suja. Fiz até um vídeo para mostrar. Eles não fizeram um projeto correto, pensando que a instalação da areia poderia prejudicar a vizinhança e agora nós ficamos aqui soterrados por esta areia”, afirmou ao G1 a enfermeira, de 47 anos, que prefere não se identificar.

Conforme a moradora do edifício, não só ela como outros moradores e o próprio síndico já repassaram o problema, mas, sem sucesso. “O pessoal estava tão revoltado no final de semana que disse que iria fazer um manifesto lá na frente. E boletim de ocorrência também. É um transtorno que já reclamamos e ainda não houve solução”, lamentou.

Ainda segundo a enfermeira, a academia deveria fazer uma cobertura para a quadra de areia. “Eu fui atrás, conversei até com o especialista que explicou a questão do vento fazer um redemoinho e usar a parede do prédio para subir. É por isso que a areia chega até a cobertura do prédio, então, eles precisam de um projeto bem arquitetado senão o vento terá vazão e vai continuar subindo do mesmo jeito”, alegou.

O síndico do local, Fernando Ribeiro, de 53 anos, ressaltou que, ao menos 4 vezes, já tentou “uma conversa amigável” com os responsáveis pela academia.

“Estamos em uma época de ventania e aí vem muita areia. Ela passa por todo o prédio aqui e chega até na cobertura. Estou providenciando uma notificação porque tem muito morador reclamando. Nós já tivemos alguns problemas de pessoas saindo com fone de ouvido, daí não escuta o carro saindo. Outros com som alto, mas, a questão da areia é a maior reclamação. A proposta deles é 24 horas, então, precisamos resolver isso logo”, comentou.

O que diz a academia

O gerente da academia, Fabiano Colice, confirmou ao G1 que houveram reclamações. No entanto, o problema já teria sido resolvido. “Nós tínhamos ali um portão perfurado e, com corrente de vento, acaba subindo um pouco. Mas nós fizemos a adesivagem do portão e também começamos a molhar, daí fica pesado e não sobe mais”, finalizou.

Notícia Anterior
Vaga de garagem em condomínio: conheça os tipos e esclareça suas dúvidas
Próxima Notícia
Mãe e filha são agredidas com socos na portaria de condomínio em Palmas

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X