Blog de Notícias

Jovem morre em desabamento de prédio em Nilópolis; três são resgatados com vida

Bombeiros do Quartel de Nilópolis foram acionados por volta das 5h45 para o incidente. O imóvel ficava na Rua Coronel José Muniz 808, no bairro de Olinda

Um prédio de três andares desabou em Nilópolis, Baixada Fluminense, na manhã deste domingo (24). Um jovem de 26 anos morreu, e três pessoas e um cachorro foram resgatados sem gravidade.

Bombeiros do Quartel de Nilópolis foram acionados por volta das 5h45 para o incidente. O imóvel ficava na Rua Coronel José Muniz 808, no bairro de Olinda. Segundo a Prefeitura de Nilópolis, o edifício era legal.

Morto:

  • Gustavo Loureiro Amorim, 26 anos.

Resgatados:

  • Giovana Amorim, 19 anos, irmã de Gustavo;
  • Jorge Brandão, 54 anos;
  • Nirceia Souza, 62 anos.

O prédio tinha um apartamento por andar, e o segundo piso estava vazio. Giovana e Gustavo estavam no terceiro pavimento. Segundo testemunhas, a mãe deles não estava em casa na hora do acidente.

Jorge e Nirceia são casados e moravam no primeiro andar.

“Eu estava dormindo com a minha companheira, no terceiro andar, e, de repente, eu só fechei o olho, abracei ela e caí”, contou Jorge. “A laje desabou em cima da gente, bateu na minha cabeça, e a ficamos a um metro de distância”, disse.

“A única coisa que eu posso falar é que foi livramento de Deus”, destacou. “As pessoas querem saber em relação às coisas materiais, mas o importante é a nossa vida. Os materiais, depois a gente colhe tudo de novo”, emendou.

Os três foram levados para o Hospital-Geral de Nova Iguaçu (Hospital da Posse). Segundo a unidade, Nirceia sofreu traumas na cabeça, tórax e abdômen, e seu estado era grave.

Leandro Monteiro, secretário estadual de Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros, disse que continuaria com as buscas nos escombros.

“O protocolo do Corpo de Bombeiros é só encerrar as buscas somente com a varredura dos cães. Já conversamos com vizinhos, inclusive com as vítimas que foram removidas para o hospital, e elas afirmam que só havia quatro pessoas no prédio e um cachorro. E o Corpo de Bombeiros só vai encerrar só com a varredura com os cães”, detalhou.

No mesmo terreno, funcionava um estacionamento.  

Notícia Anterior
Locação e comercialização de vagas de garagem a estranhos
Próxima Notícia
Buraco gigante formado por erosão no solo preocupa moradores de condomínio em Vitória da Conquista

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X