Blog de Notícias

Reconhecimento facial em condomínio pode identificar suspeitos

Perícia aponta que suspeitos usaram luvas para cometer crime sem deixar marcas de digitais. Cerca de R$ 150 mil foram levados em notas de euros, dólares e reais, além de joias

A Polícia Civil de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, informou que dois apartamentos, e não apenas um, foram alvos de uma dupla que roubou joias e dinheiro em um condomínio de luxo no bairro Candeias. Para ajudar na identificação dos suspeitos, o sistema de reconhecimento facial deve ser utilizado, já que eles furtaram dinheiro e joias sem deixar marcas.

O caso ocorreu no último fim de semana, na Mansão Pedro Francisco de Moraes Filho. Câmeras de segurança instaladas no residencial mostram dois suspeitos entrando nos elevadores, no entanto, a ação dentro dos imóveis não foi registrada.

Conforme a polícia, os apartamentos estavam vazios quando foram invadidos e ainda não se sabe como os homens tiveram acesso às moradias. “Já ouvimos vítimas. Vamos ouvir agora o responsável pelo condomínio e o porteiro do prédio do dia que os indivíduos entraram”, disse o delegado que está à frente do caso, Ney Brito.

Ele informou que, além dos primeiros depoimentos, também já tem dados preliminares sobre a perícia que foi feita nos imóveis. Os investigadores acreditam que os criminosos usaram luvas para levar os pertences, pois não deixaram marcas de impressão digital.

“Não recebemos os laudos da perícia ainda. Mas a informação inicial é que eles apagaram as digitais ou atuaram com luvas, que é o mais provável. Não deixaram nenhum rastro nesse sentido”, afirmou.

O delegado Ney Brito disse, ainda, que deve buscar a identificação dos homens por meio de reconhecimento facial, sistema que começou a ser usado em dezembro de 2020 no estado e já ajudou na prisão de 220 suspeitos, até outubro deste ano, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Ele vai solicitar também que as imagens dos suspeitos sejam amplamente divulgadas, inclusive em outros estados, para ajudar a localizar os suspeitos. A polícia apura se há outras pessoas envolvidas com o crime.

Ao todo, conforme a polícia, a dupla furtou cerca de R$ 150 mil em notas de reais, dólares e euros, além de joias, cujo valor não foi calculado.

Invasão e furto

O crime ocorreu no último sábado (30), e câmeras de segurança instaladas no residencial mostram dois suspeitos de terem cometido a ação. Um dos vídeos mostra o momento em que um homem acessa o prédio pela portaria principal e entra em um elevador.

Outra câmera mostra o mesmo suspeito, já na companhia de uma outra pessoa. Os dois saem tranquilamente do edifício, com uma mala pequena e uma mochila. A ação dentro dos apartamentos, no entanto, não foi registrada.

Notícia Anterior
Criminosos assaltam condomínio em Jundiaí
Próxima Notícia
Criminosos furtaram tubulação de gás de prédio no Maracanã

Últimas Notícias

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X