Blog de Notícias

Condomínios terão funcionários capacitados para agir ao identificar casos de violência doméstica

A intenção é instituir um mecanismo atuante na prevenção dos casos de violência contra mulher que acontecem dentro do âmbito familiar; a iniciativa faz parte do projeto Mãos Amigas

A Prefeitura de Cuiabá vai promover a capacitação de todos os agentes de condomínios para a identificação de casos de violência doméstica. A iniciativa faz parte do projeto Mãos Amigas e está inserida na programação da campanha mundial de 21 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra Mulheres, iniciada em novembro para conscientizar e engajar a sociedade em defesa da causa feminina e contra violência doméstica.

Segundo a titular Secretaria Municipal da Mulher, Luciana Zamproni, a intenção é instituir um mecanismo atuante na prevenção dos casos de violência contra mulher que acontecem dentro do âmbito familiar nos condomínios.

“Ao capacitar os profissionais que trabalham dentro do condomínio buscamos prevenir à violência doméstica e também salvar vidas, porque, infelizmente, com a pandemia a violência familiar aumentou consideravelmente e grande parte dessas agressões acontecem dentro dos condomínios horizontais e verticais”, disse.

Zamproni ainda completa que a diferença entre um agente condômino preparado e sem instrução de como proceder em casos de violência doméstica irá impactar consideravelmente na redução de casos de agressão nos condomínios residenciais.

De acordo com pesquisas elaboradas pelo Fórum Brasileiro de Segurança Público, o aumento de brigas conjugais, no período pandêmico, aumentou mais de 400% em todo o Brasil.

“Qualquer agente seja o zelador, ou vigia ou os administradores do condomínio poderão proceder corretamente ao comunicar às autoridades policiais, sem colocar a vida da vítima em mais risco. Eles estarão atentos a sinais que demonstrem indicadores que há agressão familiar ou também poderão ser comunicados por terceiros e proceder a partir.”

Entre os parceiros para a efetivação do projeto está a empresa Attento, especializada no ramo de gestão condominial em Mato Grosso. Segundo a gestora, Rejane Garcia, o trabalho possui um forte viés educativo acerca da importância da denúncia de agressão contra mulher.

“A responsabilidade passa também pelo síndico, mas todos devem denunciar, por isso é importante saber o que fazer caso presencie esse tipo de situação”, frisou a responsável pela Attento que realiza a gestão de 92 condomínios, em Cuiabá, e ficará responsável por envolver outras administradoras.

Notícia Anterior
Homem é preso após manter 3 pessoas reféns em condomínio de Joinville
Próxima Notícia
Vítima de homofobia em BH, economista é notificado por condomínio após chamar PM

Últimas Notícias

Previsão do Tempo

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X