Blog de Notícias

Áreas de lazer: seu condomínio segue as normas de segurança?

Cada vez mais os condomínios residenciais verticais ou horizontais investem nas áreas de lazer e convivência, oferecendo diversas opções aos moradores.

Um nicho que vem sendo bastante explorado são as áreas exclusivas destinadas à recreação das crianças: playgrounds, brinquedotecas, piscinas com equipamentos recreativos, como mini-escorregador são alguns exemplos de opções para a diversão da criançada.

É muito importante que tanto o síndico, quanto os moradores fiquem atentos às condições dessas instalações e seus respectivos equipamentos, não só no tocante à manutenção, mas nas normas de segurança.

Cada espaço deve estar dentro dos parâmetros legais de uso dos equipamentos e brinquedos disponibilizados, tudo com o intuito de evitar acidentes. No caso de áreas de uso das crianças, todo cuidado é pouco.

Por isso, a manutenção corretiva e preventiva deve ser feita anualmente. Se houver algum brinquedo danificado, sua retirada ou interdição deve ser imediata.

Quem quiser saber um pouco mais pode consultar a norma n° 16.071/12 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que define uma série de parâmetros para a manutenção e instalação de brinquedos.

Veja algumas orientações que você pode se atentar:

– Espaços com madeira, plástico ou metal devem ser revisados frequentemente, com especial atenção para possíveis pregos e parafusos soltos ou sem proteção.

– Atenção especial às peças de madeira, que não podem apresentar rachaduras com aberturas maiores que 8mm.

– Revisão de alambrados, troca das gramas sintéticas e reparo de buracos em quadras poliesportivas fazem parte do sérvio de manutenção constante dessas áreas.

– Playgrounds não devem ser instalados sobre pisos de concreto, mas de grama, areia o cavaco de madeira, conservados para evitar contaminações. Pisos de borracha são opções excelentes, desde que estejam dentro das normas específicas e aprovadas em testes de segurança. A espessura desse piso é muito importante para que ele absorva o impacto de uma possível queda.

Utilize em seu condomínio: Regimento interno – playground

Também não é raro em condomínios os gestores exigirem que crianças de até 12 anos circulem nas áreas comuns apenas acompanhadas pelos pais ou responsáveis. O cuidado deve ser redobrado na área da piscina e no estacionamento.

Novas regras vêm sendo aprovadas em assembleia, determinando regras para a circulação de crianças desacompanhadas dos responsáveis.

Como sempre falo, é claro que o síndico e a administradora de condomínios têm sua obrigação legal, mas é importante que cada morador tenha uma ação participativa, até mesmo para poder cobrar e sugerir melhorias no local onde mora.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Notícia Anterior
Discussão sobre Airbnb em condomínios deve se alongar mesmo após decisões do STJ
Próxima Notícia
Manual de boas maneiras para o verão nos condomínios

Últimas Notícias

Previsão do Tempo

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X