Blog de Notícias

Sete são condenados por arrastão que durou 3 horas em condomínio de luxo no litoral de SP

Quadrilha foi presa pouco depois do crime, graças ao aplicativo de localização de um dos celulares roubados. Caso ocorreu em Santos

Sete integrantes de uma quadrilha foram condenados por assaltarem nove apartamentos de um condomínio de luxo em Santos, no litoral de São Paulo. O arrastão teve duração de cerca de três horas, segundo a polícia. Na ação, a quadrilha rendeu moradores e roubou joias, relógios, dinheiro, celulares e uma arma de fogo. Cabe recurso da decisão.

Em agosto de 2020, um homem fingiu interesse em comprar um dos apartamentos de um condomínio de luxo no bairro Embaré. Se aproveitando da autorização de entrada, ele conseguiu abrir caminho para pelo menos outros cinco comparsas, que invadiram o condomínio, fizeram moradores reféns e anunciaram o assalto. Eles ficaram no local cerca de três horas e invadiram nove apartamentos na ação.

A decisão pela condenação é da juíza Luciana Castello Chafick Miguel, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Santos. Todos os sete foram condenados por associação criminosa e assalto à mão armada com reféns. Cinco dos réus foram sentenciados a 14 anos e seis meses de reclusão; um dos acusado a 15 anos e dois meses de reclusão; e o último a 19 anos e dois meses, todos em regime inicial fechado.

Na decisão, a magistrada entendeu que a autoria dos réus no crime ficou comprovada de maneira inquestionável.

“Ressalto que o crime de roubo infunde enorme temor e perturbação […]. Aliás, no caso em comento, deve-se destacar que o crime perpetrado revela alto grau de organização e prévio planejamento. Assim, ficou demonstrada a autoria e materialidade do delito”, concluiu.

Arrastão em condomínio

Durante três horas, a quadrilha rendeu moradores e roubou joias, relógios, dinheiro, celulares e uma arma de fogo. Eles conseguiram fugir depois do crime, mas foram localizados na cidade vizinha, Praia Grande, graças ao aplicativo de localização do celular de uma das vítimas.

Com eles, foram localizadas quatro armas de fogo, munição e objetos roubados no condomínio, entre eles 67 relógios, celulares, anéis, pulseiras, cordões, brincos, dois notebooks, R$ 537 e mais de mil dólares.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Notícia Anterior
Condomínios têm R$ 30 mil transferidos indevidamente e síndicos acusam administradora de fugir com dinheiro em SP
Próxima Notícia
Projeto permite que condomínio use arbitragem para solucionar conflitos entre vizinhos

Últimas Notícias

Previsão do Tempo

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X