Blog de Notícias

Brigas de condomínio Convivência na comunidade era mostrada na TV nos anos 90

O polêmico programa ‘Documento Especial’, originalmente transmitido pela Rede Manchete, se transferiu para o SBT em 1992 com uma proposta de abordar temas cotidianos a fundo, entrando a fundo em pautas chocantes da sociedade

De acordo com o canal de acervo do programa, o repórter Eduardo Faustini tentou convencer o diretor do programa, ao longo de um mês, que problemas de condomínio, em um famoso edifício em Copacabana, poderiam cativar o público e se enquadrar neste tipo de tabu social. 

O resultado foi o episódio ‘Condomínios’, eternizado como um dos mais divertidos e impressionantes da atração, mostrando conflitos bizarros no bairro nobre do Rio de Janeiro.

O episódio se inicia no Edifício Richard, popularmente conhecido como ‘Duzentão’, que ganhou o apelido por ocupar o número 200 da Rua Barata Ribeiro.

A má fama, no entanto, fez o prédio mudar até mesmo seu número, ocupando hoje o 194 — mas marcado pela reportagem.

Dentro do Duzentão

Em 1954, quando ocupou uma página inteira do jornal O Globo para anunciar sua construção e venda dos apartamentos — que não são poucos, sendo 45 por andar — mal esperava que seria uma das poucas vezes onde o Duzentão não ocupou as páginas policiais. Ele também compôs a artes, inspirando uma peça de teatro e até mesmo um filme, “Um edifício chamado 200”, lançado em 1973 com a direção de Carlos Imperial. 

Sempre embasado nas intrigas que tinham como palco os corredores e os quitinetes do endereço, a reportagem do ‘Documento Especial’ entrevistou moradores que, incomodados com a má fama, usavam da força da imprensa para denunciar seus principais incômodos, que muitas vezes eram embasados puramente em interesses pessoais. Outros, preferiam se manter calados, tentando não desvalorizar ainda mais o imóvel.

Alguns deles denunciaram o funcionamento de casas de prostituição em um dos apartamentos, reclamando do livre acesso de populares aos corredores do prédio.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Notícia Anterior
Funcionário de condomínio que denunciou vereador por racismo é demitido após o caso
Próxima Notícia
Ator Guilherme Fontes é processado por dívidas de mais de R$ 300 mil em condomínio no Jardim Botânico

Últimas Notícias

Previsão do Tempo

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X