Blog de Notícias

Seguranças expulsam motoboy de prédio comercial no DF

Confusão foi por volta das 13h desta terça-feira (10), na Asa Norte. Entregador conta que seguranças se incomodaram por ele ter parado moto em área de ‘carga e descarga’; centro comercial diz que ‘não compactua com nenhum tipo de desrespeito, violência e preconceito’

Uma confusão entre um motoboy e seguranças, por volta das 13h desta terça-feira (10), em um centro comercial da Asa Norte, em Brasília, terminou na delegacia. O entregador por aplicativo, Lucas Silva, de 26 anos, gravou o momento em que era expulso do local, ao tentar entregar o almoço de uma cliente. Assista ao vídeo aqui.

O motivo, reconhece Lucas, foi o fato de ele ter parado a moto em uma área de carga e descarga, enquanto esperava a cliente descer de uma das salas para pegar a refeição. “Ele [segurança] pegou no meu braço, me empurrou na frente de todo mundo. Foi a maior humilhação da minha vida. Me botaram pra fora igual um nada”, disse ao g1.

“Cheguei lá e encostei a moto na frente, na área de carga e descarga, porque é um lugar perigoso que rouba moto toda semana. A gente [motoboy] sempre encostou lá. Na hora que fui entrar, o segurança mandou eu tirar a moto e falei: ‘A cliente já tá descendo, é rapidão’. Ele pegou e falou assim: moleque folgado, e passou um rádio pra outro segurança que chegou apontando o dedo pra eu ir pra fora”, conta o motoboy.

A reportagem tenta contato com a empresa de segurança. Segundo Val Brito, gerente operacional do Brasília Rádio Center, o condomínio “não compactua com nenhum tipo de desrespeito, violência e preconceito” e que as imagens completas do circuito interno de TV serão enviadas à delegacia de Polícia, objetivando apurar as responsabilidades” (leia íntegra da nota mais abaixo).

A Polícia Civil do DF registrou a ocorrência como “lesão corporal” e investiga o caso. Lucas diz que conseguiu entregar o pedido da cliente, mas do lado de fora do centro comercial.

A confusão

Na gravação, é possível ver que foram dois seguranças do Rádio Center que mandaram o motoboy sair. Diante da negativa, eles agarraram Lucas e o colocaram para fora do prédio.

– “Você está me machucando. Não encosta em mim! Eu só quero entregar o pedido pra cliente”, diz o entregador.

– “Você parou a moto em um lugar que não pode e ainda está reclamando?”, fala um segurança.

Nas imagens é possível ver que um dos seguranças diz que ali é uma área de “embarque e desembarque”.

O motoboy registrou a ocorrência na 5ª Delegacia de Polícia, na área central de Brasília e fez exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML).

Confira a íntegra da nota do condomínio Brasília Rádio Center:

“O Condomínio do Ed. Brasília Rádio Center não compactua com nenhum tipo de desrespeito, violência e preconceito. Nossa equipe recebe treinamento, regras e protocolos para serem seguidos, visando a segurança e o bom funcionamento da edificação. Quanto ao lamentável episódio ocorrido na data de hoje, foi registrada ocorrência policial, as imagens completas do circuito interno de TV do condomínio serão encaminhadas à delegacia de polícia, objetivando apurar responsabilidades”.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Notícia Anterior
Automoção de serviços TST afasta proibição em condomínios de Ribeirão Preto
Próxima Notícia
Defesa Civil interdita bloco de condomínio em Natal por conta de rachaduras

Últimas Notícias

Previsão do Tempo

Menu
error: Conteúdo Protegido !!
X